SLZMA

Informação e Entretenimento

Ministério Público abre investigação contra Aline Diniz por suposto abuso de poder econômico e a pré-candidata pode ficar fora da disputa em Presidente Juscelino

O Ministério Público (MP) da comarca de Morros anunciou nesta quinta-feira, 14, o início de uma investigação contra Aline Diniz, pré-candidata à prefeitura de Presidente Juscelino, para apurar supostas práticas de abuso de poder econômico. A decisão coloca em xeque a participação da pré-candidata nas próximas eleições municipais, enquanto alegações sobre seu financiamento de campanha começam a surgir. Ocorre que a pré-candidata citada age como se fosse dona de tudo e todos fazendo e abusando na cidade de Presidente Juscelino na qual caiu de paraquedas, não tem nenhum parente e quer tomar na força do dinheiro as eleições de outubro desse ano. De olho nesses movimentos que são contra a lei, a promotora, Érica Ellen Beckman da Silva da 110ª Zona eleitoral da comarca de Morros abriu investigação que pode cassar uma possível candidatura de Aline Diniz antes mesmo das eleições.

As acusações contra Aline sugerem que ela teria utilizado recursos financeiros de forma irregular para promover sua imagem, desequilibrando assim a disputa política no município. Embora detalhes específicos sobre as alegações ainda não tenham sido divulgados pelo MP, o anúncio da investigação trouxe uma onda de incerteza sobre o futuro da pré-candidatura de Aline Diniz.

A população de Presidente Juscelino, por sua vez, observa com expectativa o desfecho dessa situação, ansiosa por um processo eleitoral transparente e justo.

SLZMA

Voltar ao topo