SLZMA

Informação e Entretenimento

Reportagem do “Fantástico” mostra fraude na gestão de Dr. Julinho e não diz para onde foi verba de R$ 32 milhões destinada á Educação

O caos vivido pela população na educação de São José de Ribamar durante a gestão do prefeito Dr. Julinho (PL) ganhou repercussão nacional, em matéria veiculada no programa Fantástico, da Rede Globo, neste domingo (7) e que destacou fraude bilionária no Maranhão com base em levantamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE). A gestão de Dr. Julinho repassou números fraudulentos na área da educação integral ao Ministério da Educação, recebendo indevidamente R$ 32,5 milhões em recursos.

O prefeito aumentou o total de alunos matriculados na Educação Integral de olho na verba complementar de R$ 1.562,98 por estudante matriculado. Com base em levantamento do TCE, o repórter Chico Regueira questiona o chefe do Executivo sobre sua gestão ter repassado ao MEC um total de 21.186 alunos matriculados em escolas de educação integral, mas só terem sido encontrados 333 estudantes.

Sem ter números para contrapor e argumentos efetivos para contradizer o que a reportagem apurou, o prefeito Dr. Julinho se mostrou perdido ao ser entrevistado em evento público na cidade e não soube detalhar para onde foi a verba. “Qualquer uma escola é integral, não precisa ser tempo integral”, limitou-se a dizer o prefeito Dr. Julinho, sem especificar nome de colégios e nem onde o dinheiro foi aplicado.

A reportagem traz, ainda, o depoimento da moradora Cleude Santos, que afirmou não ter escola de tempo integral na cidade para matricular sua filha e, assim, poder trabalhar com tranquilidade. “Se tivesse, eu estaria trabalhando. Deixava [a filha] e só ia buscar às 17h. Se tivesse, né, mas no momento ainda não tem, e está todo mundo precisando, quem tem filho”, declarou a moradora.

SLZMA

Voltar ao topo