SLZMA

Informação e Entretenimento

672x150

Presença do vereador Paulo Victor em convenção do MDB é ignorada por inconveniência que logo em seguida some do local

O vereador Paulo Vitor, presidente da Câmara Municipal de São Luís, protagonizou na convenção do MDB, uma cena, que qualificá-la de ridícula é muito pouco para um ambiente em que estavam políticos dos mais diversos partidos e lideranças das inúmeras regiões do Estado. Afinal de contas a convenção foi para a homologação do nome do empresário Marcos Brandão, como presidente estadual do partido, que trouxe a São Luís, o presidente nacional do MDB, o deputado federal Baleia Rossi e prestigiada pela deputada Roseana Sarney, João Alberto e Hildo Rocha.

Pauto Vitor se expôs ao ridículo

O presidente da Câmara Municipal de São Luís chegou a convenção vestido com uma camisa em que o seu nome era bem destacado e em letras menores podia-se ler: Vai dar certo. Como o grande número de políticos e convencionais não apresentavam qualquer identidade ideológica, a indumentária de Paulo Vitor e o grupo que o acompanhava e uma equipe de mídia chamou a atenção praticamente de todos os presentes pela sua postura sempre arrogante, e de querer chamar a atenção.

Os primeiros comentários eram de que ele seria na convenção filiado ao MDB, naturalmente com a sua ficha abonada pelo presidente Marcos Brandão e teria o reconhecimento do presidente nacional do MDB, Baleia Rossi, da deputada federal Roseana Sarney, do ex-deputado João Alberto de Sousa e outros políticos, além de lideranças de outros partidos.

Paulo Vitor, único político com identificação ideológica, o que gerou muita especulação, nem foi convidado para fazer parte da mesa dos convencionais e convidados, o que poderia causar um mal estar entre os políticos presentes. A expectativa era de que a qualquer momento, ele com o seu grupo, poderiam ser chamados, mas infelizmente isso não aconteceu.

Quando os presentes notaram um grande nervosismo tomando conta de Paulo Vitor e ele se sentindo bastante incomodado, saiu de mansinho como se dirigisse ao banheiro e logo em seguida seus acompanhantes tomaram o mesmo caminho, inclusive a equipe de mídia, para a retirada do local.

Ao final da solenidade, o presidente Marcos Brandão agradeceu aos presentes pela presença ao evento, mencionou o nome de Paulo Vitor, quando foi informado de que ele já havia deixado o recinto.

O papelão de Paulo Vitor, que proporcionou inúmeros comentários dos presentes, principalmente na questão do seu despreparo, sem a mínima noção do jogo político e o papelão ridículo a que se expôs, que se identifica perfeitamente, seu autoritarismo exacerbado. A verdade é que depois da convenção surgiram inúmeros comentários com Paulo Vitor como chacota, com as pessoas não sabendo sobre qual seria a intenção dele na convenção com o seu aparato de mídia e acompanhantes, mesmo assim, deram vasão a muitas risadas, uma vez que o seu Vai dar certo, na sua camisa, acabou dando errado e muito feio.

Fonte: AFD

SLZMA

Voltar ao topo