SLZMA

Informação e Entretenimento

Polícia ainda suspeita que prefeito de Cachoeira Grande possa ter sido vítima de sequestro relâmpago

Polícia Civil está investigando as motivações de um suposto assalto contra o prefeito de Cachoeira Grande, César Castro, que teria ocorrido no último sábado, 12, quando o gestor municipal informou ter sido feito de refém dentro do próprio veículo, por um assaltante, no povoado Ruy Vaz, município maranhense de Axixá, distante cerca de 2.500 Km de São Luís.
De acordo com as primeiras informações prestadas à polícia, o prefeito estaria voltando de uma agenda política, quando foi abordado por um homem, que antes tinha anunciado um assalto na região, sem lograr êxito. Ao fugir, o criminoso teria abordado o prefeito, entrando no carro dele e lhe feito de refém para escapar do local.

Inicialmente, a polícia achou estar diante de um sequestro do prefeito César Castro, mas horas depois o carro e o gestor foram encontrados a salvo, não sendo localizado o suposto assaltante, fato que passou a intrigar a própria investigação policial.

Logo em seguida, o prefeito de Cachoeira Grande relatou que passava bem e que tudo não passou de um susto. O caso segue com a investigação formal da Polícia Civil para melhor apurar o suposto sequestro relâmpago do gestor municipal.

Com informações do blog do Mário Carvalho

SLZMA

Voltar ao topo