SLZMA

Informação e Entretenimento

PLANOS-GIF-HORIZONTAL

Maranhense Gustavo Amorim é nomeado Desembargador Federal do TRF1 pelo Presidente Jair Bolsonaro

Amorim será o Desembargador Federal mais novo do país, aos 37 anos.

O Presidente Jair Bolsonaro(PL) nomeou nesta sexta (18), Gustavo Amorim como Desembargador Federal do Tribunal Regional Federal da 1 Região.

Gustavo foi o primeiro da lista tríplice elaborada pelo TRF1, com 23 votos. Compunham ainda a lista, os advogados Flávio Jardim ( 20 votos ) e José Roberto Machado ( 17 votos ). A vaga é decorrente da nomeação do Desembargador Kassio Nunes Marques ao Supremo Tribunal Federal.

Foi a primeira vez na história que a OAB-MA , tem um representante do quinto constitucional nomeado para TRF1 , também foi a maior votação de um candidato desde a fundação daquele tribunal(1989).

Luís Gustavo Soares Amorim é natural de São Luís- MA, advogado com especialidade em direito público e pós graduado em Poder Judiciário e Atividade Meio .

O novo magistrado é casado com Rafaela Sarney e pai de Luisa. Além disso é filho de Leomar Amorim, que foi Desembargador Federal do TRF1 de 2004 a 2014 e da promotora de justiça do MP/MA, Graça Soares Amorim. E tem ainda como irmãos Guilherme (juiz de direito do TJMA), Gabriel e Geovanne (advogados).

Reynaldo Soares da Fonseca , Ministro do Superior Tribunal(STJ) é tio do novo Desembargador Federal.

Com a jurisdição sob o Distrito Federal e os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins, o TRF-1 funciona como segunda instância da Justiça Federal.

SLZMA

Um comentário em “Maranhense Gustavo Amorim é nomeado Desembargador Federal do TRF1 pelo Presidente Jair Bolsonaro

  1. A constituição precisa ser atualizada para corrigir distorções. Tem que acabar a indicação política de o presidente da República indicar os membros dos tribunais superiores e do STF. Todos os componentes dos tribunais superiores e do STF deveriam vir apenas da carreira da magistratura sem a interferência do presidente da República

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo