SLZMA

Informação e Entretenimento

Dois desembargadores maranhenses concorrem a vagas de ministros do STJ

A lista de desembargadores que concorrerão a duas vagas de ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) já foi estabelecida. Do estado do Maranhão, Ângela Salazar e Paulo Velten estão entre os candidatos, juntando-se a outros 55 nomes de todo o país. Apenas os Tribunais de Justiça do Pará, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins não tiveram inscrições.

É importante ressaltar que Ângela Salazar faz parte de um seleto grupo de apenas quatro mulheres de todo o país que decidiram concorrer. As demais são Maria Nailde Pinheiro Nogueira (TJ-CE), Serly Marcondes Alves (TJ-MT) e Ana Lúcia Lourenço (TJ-PR).

Os inscritos estão pleiteando duas vagas no STJ destinadas a magistrados e magistradas estaduais, que ficaram disponíveis devido à aposentadoria do ministro Jorge Mussi e ao falecimento de Paulo de Tarso Sanseverino, ocorrido em abril deste ano.

Além disso, o STJ ainda precisa preencher a vaga aberta pela aposentadoria do ministro Félix Fischer. Essa vaga, no entanto, é reservada a um membro da advocacia.

Uma sessão do STJ foi marcada para o dia 23 de agosto, na qual serão selecionados os quatro nomes que serão encaminhados ao presidente da República, dentre os 57 candidatos.

No caso da vaga destinada à advocacia, cabe à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) apresentar uma lista sêxtupla, que será reduzida a uma tríplice antes de ser encaminhada ao chefe do Poder Executivo.

Em ambos os casos, os indicados escolhidos pelo presidente da República passarão por sabatina no Senado Federal e serão nomeados após a aprovação da casa legislativa.

SLZMA

Voltar ao topo