SLZMA

Informação e Entretenimento

Conselho de Ética da Câmara instaura processo contra Márcio Jerry

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara acatou, nesta última terça-feira, representação formulada pelo PL e instaurou processo contra o coordenador da Bancada Maranhense em Brasília e deputado federal, Márcio Jerry (PC do B).

O partido do ex-presidente Jair Bolsonaro acusa o maranhense de importunação sexual contra a deputada federal Júlia Zanatta (PL – SC), fato, este, ocorrido no mês de abril durante uma audiência da Comissão de Segurança Pública da Câmara da qual participou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB), aliado de Jerry.

Zanatta postou nas redes sociais uma foto sugerindo que o deputado maranhense, na ocasião, teria lhe importunado sexualmente.

Nunca dei liberdade para esse deputado e nem sabia qual era o nome dele, mas ele se sentiu LIVRE para chegar por trás de mim. A sorte que alguém pegou a cena ABSURDA! Deputado do Partido Comunista do Brasil do estado do Maranhão, Marcio Jerry. Se fosse uma deputada de esquerda e um deputado de direita: já sabem né?”, relatou a parlamentar à época.

Jerry se defendeu afirmando que apenas saiu em defesa da deputada federal Lidice da Mata (PSB).

A senhora estava gritando com a deputada @lidicedamata e eu apenas disse à senhora : “por favor, respeite a deputada que tem uma história na política brasileira e aqui no Congresso Nacional”. Absurdo tentar tão infame e despropositada acusação”, disse.

A relatoria do processo contra Márcio Jerry será feita por um dos seguintes parlamentares: Alexandre Leite (UB-SP), Ricardo Maia e Emanuel Neto – ambos do MDB-MT.

A escolha do relator será feita na próxima semana, quando o colegiado que forma a Comissão se reunirá novamente.

SLZMA

Voltar ao topo